Luz para a inteligência, Calor para a vontade

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Conheça a NANONEUROBIOFÍSICA

(Fonte: Site do grupo de pesquisa em Nanoneurobiofísica)

Nanoneurobiofísica é a aplicação dos princípios fundamentais da Física e da Nanociência no desenvolvimento de novos materiais e dispositivos para o estudo de doenças neurodegenerativas, doenças tropicais e contaminantes ambientais [e para os estudos sobre o cérebro de modo geral].
Esta nova área de pesquisa engloba as áreas fundamentais da ciência como a Física, a Biologia, a Neurociência e a Nanociência/Nanotecnologia, formando o eixo formador do Grupo de Pesquisa em NanoNeuroBioFísica. As áreas transversais atuam como um eixo unificador, em torno do qual se organizam as Linhas de Pesquisa, devendo ser trabalhadas de modo coordenado e não desconectadas. O papel desta nova grande área de pesquisa é contextualizar as áreas transversais e o eixo principal e facilitar, fomentar e integrar as ações de modo contextualizado, através da interdisciplinaridade e transversalidade, buscando não fragmentar o conhecimento em blocos rígidos, permitindo uma interação entre as diversas linhas de pesquisa. As interações que ocorrem entre áreas básicas da ciência criam uma sinergia e um processo de pesquisa transdisciplinar criando diversas linhas de pesquisa como a Nanoneurociência, Neurobiologia, Biofísica, Nanobiologia, Neurofísica e Nanofísica. As áreas transversais da rede são a Engenharia, a Geografia, a Informática, a Medicina, A Química e Tecnologia.
O grupo de nanoneurobiofísica (GNN) está vinculado a várias instituições renomadas e de abrangência internacional, com enfoque transdisciplinar, dedicado ao estudo de temas vanguardistas na interface da nanociência/nanotecnologia, neurociência, física, biologia, química e engenharia de materiais. A missão do grupo é estabelecer colaborações multi e transdiciplinares entre físicos, químicos, biólogos, neurocientistas e cientistas teóricos para desenvolver produtos, materiais e novas teorias no estudo de doenças tropicais e/ou neurodegenerativas.

O grupo, atualmente, conta com a colaboração direta de centros de pesquisas e universidades, entre eles o Instituto de Infectologia Emilio Ribas (São Paulo), Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (São Paulo), Pontifícia Universidade Católica (Sorocaba), Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (São Paulo) e Universidade Estadual Paulista (Botucatu).
A equipe se destaca na diversidade da força de trabalho, com estudantes e pesquisadores de várias especialidades, com alto padrão técnico e cientifico. A possibilidade de interação entre centros e universidades de pesquisa permite o desenvolvimento de novas técnicas de caracterização, novos materiais e processos, além de larga aplicação.
Nosso grupo de pesquisa está disposto a realizar parcerias e colaborações com outros centros de pesquisa ou pesquisadores que queiram expandir as fronteiras do conhecimento nessa nova área de pesquisa: a nanoneurobiofísica. Informações de como se inscrever em nosso grupo de pesquisa, por favor, acesse o link de Site.

Nenhum comentário: