Luz para a inteligência, Calor para a vontade

terça-feira, 19 de abril de 2016

Ácido glutâmico: o que é e para que serve?


(Fonte: Revista Men's Health de Portugal)

Nunca ouviu falar neste ácido?
Antes de mais, é importante explicarmos que o nosso corpo precisa de três tipos de nutrientes para poder funcionar na perfeição: hidratos de carbono (fonte de energia), gordura (armazenamento de energia) e proteína (construção do músculo). Para quem pratica musculação sabe que uma alimentação rica nestes nutrientes é imprescindível para atingir os objetivos de forma física.
O ácido glutâmico é um aminoácido também denominado por glutamato e pode ser encontrado em vegetais como o feijão, soja, lentilhas e grão-de-bico. Na proteína de origem animal pode ser encontrado nas carnes vermelhas.
Que funções tem?
Este ácido tem funções muito importantes para a nossa saúde, especialmente para um bom funcionamento do sistema nervoso. Existe uma maior concentração de ácido glutâmico no nosso cérebro, tendo por isso a função de um neurotransmissor. Ou seja, servirá como um combustível para a nossa massa cinzenta, melhorando as funções cognitivas e capacidade de memória.
Atualmente, a ciência tem associado a variação das taxas de ácido glutâmico no cérebro a uma incidência de doenças neurológicas como o Alzheimer e Charcot. Outra doença com a qual o glutamato está diretamente relacionado é com a ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). O ácido glutâmico é o responsável por enviar estímulos rápidos, principalmente quando nos referimos a respostas motoras.
Para além disto, o glutamato tem também influência noutras funções orgânicas, fazendo parte da produção de arginina e glutamina, e contribuindo para a formação da ureia. 
Sempre que possa, inclua estes alimentos na sua alimentação. O seu cérebro agradece!

Nenhum comentário: